22 janeiro 2008

Unidade de Negócios

O conceito de unidade de negócios (UEN) visa a simplificar a análise e desenvolvimento de ações de mercado. Considere, por exemplo, uma empresa de grande porte que possua vários departamentos e setores. Cada um deles pode ser considerado como uma UEN ou, como preferem alguns executivos, um centro de resultados, ou ainda, na visão dos contabilistas, um centro de custos.

Veja o caso do setor de serviços gerais. A princípio, tende-se a considerá-lo apenas como uma área que só gera gastos para a organização. Contudo, se bem administrado o uso de materiais e equipamentos, a economia gerada favorece a saúde financeira da empresa. Periodicamente, cada setor deve ser analisado em termos de gastos e/ou receitas geradas para a empresa. Ao final de um determinado período - por exemplo, um ano - pode-se comparar o desempenho do setor e se avaliar se houve melhora ou piora nos indicadores.

Algumas organizações fazem uso de programas de computador (software) que, a partir do lançamento diário de dados, efetuam uma análise e geram relatórios para a análise da alta gerência. De posse dessas informações é possível se tomar decisões, projetando-se tendências com base em dados atuais.

Além da análise por setor (intrasetorial), pode ser feita uma análise comparativa entre diversos setores (intersetorial). Assim, com base no exemplo proposto acima, a economia gerada pelo setor de serviços gerais pode ser comparada pelo setor de segurança, evidentemente, dentro de circunstâncias muito específicas a cada um deles.

Um comentário:

Duda Polibiano disse...

Muito interessante.
Estava com dúvida sobre o conceito de UEN e após ler o seu texto não tive mais problemas quanto a este termo.